Quais são suas referências? E por que elas são importantes?

Eu curto a simplicidade dos roteiros do Noah Baumbach, adoro as receitas descomplicadas do Jamie Oliver, fico obcecada pela musicalidade da banda Arcade Fire, sou fã de design industrial e ao mesmo tempo não resisto a uns arabescos orientais. Através dessas lentes e de tudo mais que é referência para mim, me inspiro para criar no meu trabalho.

E eu com isso? – Você pode estar se perguntando. Pois todo empreendedor, ou aquele que se lança em novos projetos, é bem-vindo a fazer uma ponte entre suas referências culturais e sua vida profissional. Isso porque, por trás daquilo que nos alimenta intelectualmente, existem pedacinhos da nossa essência. E quando imprimimos uma parte de nós naquilo que fazemos, comunicamos ao nosso público valores que criam identificação e nos conectam.

Cada vez mais as pessoas querem estar próximas de pessoas, e não de organizações sem rosto ou personalidade. De pessoas com valores, com propósito e com histórias de vida inspiradores. É por isso que trabalhamos na Desformatados desde o início dos processos com as referências dos nossos clientes. Isso é essencial para entender sua essência e definir caminhos fiéis que representem, pelo design e pelo conteúdo, sua proposta.

Já recebemos como referência desde a paleta de cores do filme Blue Velvet até a metáfora da água para entender o fluxo de negócios. Aprendemos muito com essas inspirações dos clientes e aplicamos elas ao trabalho, dando profundidade às criações e gerando conexão entre pessoas.

Faça uma lista de suas referências! Quais são e o que existe por trás delas que se relaciona com seus valores e interesses? Por que você acha algo genial? Por que uma obra artística – música, pintura, instalação, livro, coreografia etc. – te comove ou te faz pensar? Nesse processo de autoconhecimento, você pode aprender não só sobre você, mas também sobre a essência que quer dar aos seus projetos.

Start typing and press Enter to search

Photo by Rayi Christian Wicaksono on Unsplash